CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Airson Oliveira
Poesias do Coração
Textos



JARDINEIRO DOS MARES
 
Plantei amor, nos mares dos meus desejos
Sementes que eu colhi dentro do meu coração
E adubei com afagos e com beijos
E com águas da ternura reguei essa paixão.

Depois de um tempo os botões desabrocharam
E os galhos se perderam remando na conta mão
Criou raizes nas tormentas e no tédio
Precisando de remédio, encontrei desilusão.
 
E a maresia me pegou daquele jeito
Perfurando o meu peito e enferrujando a paixão
E deu alento à tristeza e a amargura
E louco sai a procura de curar meu coração
 
Colhi tristeza dessabei em sofrimento
E o outono dos mares desfolhou o meu amor
E naveguei nas correntes do lamento
E hoje nem a ternura cura mais a minha dor.
Airson Oliveira
Enviado por Airson Oliveira em 13/07/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários